1.jpg2.jpg3.jpg

DICAS PARA QUEM DESEJA PROSPERAR

IGREJA DE JESUS CRISTO VIDA NOVA-PLANALTINA/DF

Pr. Gilman T. Menezes

DICAS PARA QUEM DESEJA PROSPERAR:

INTRODUÇÃO:

Falar de finanças tem sido um desafio, porque nunca ensinei ou ministrei sobre isso. Até porque para mim isso era algo que parecia ser do conhecimento de todos os casais e também sempre pensei que isso pudesse ser um assunto cafona e que despertasse pouco interesse. Todavia, de tanto ver famílias se dissolverem, casais em crises conjugais e até mortes, percebi a extrema necessidade de preparar este pequeno manual contendo orientações simples e práticas acerca do assunto.

Como prosperar? Veja alguns passos que poderão ajudar-lhe a alcançar seus objetivos e vencer as dificuldades:

 1. Reconheça em oração seus sonhos, erros e suas fraquezas na área das finanças e peça auxílio divino. A oração é uma das maiores armas que Deus nos dispôs para alcançarmos a vitória! Há pessoas que contam seus problemas para muitas pessoas, menos para Deus. Você precisa orar mais!

 2. Controle seus impulsos para os gastos, porque não adianta ganhar muito se você gasta tudo. Há pessoas que sofrem de compulsão para gastar em compras de forma descontrolada. Se for o caso, peça ajuda de seus pastores e/ou psicólogo. Lembre-se: A omissão não vai ajudar em nada. Prov. 28:13. Seja humilde para pedir ajuda.

 3. Coloque suas contas em um caderno de anotações específico para suas finanças pessoais, ou seja, “Tudo na ponta do lápis”. Com isso, você terá o controle de seus gastos. Pense que se você não sabe administrar o pouco, como é que você quer que Deus prospere você a ponto de colocá-lo sobre o muito? Então, aprenda a administrar o pouco que Deus deu a você. Mateus. 25:21.

 4. Comece a agendar as datas dos pagamentos de suas compras a prazo, isso irá ajudar você a ter o controle de suas despesas. Pegue todas elas e as coloque em um lugar visível. Onde você as terá sempre sobre sua vista. Isto ajudará você a não se esquecer das contas que terá que pagar, ou seja, dos seus compromissos.

 5. Saiba dizer NÃO para suas compulsões. Peça a Deus domínio próprio. Cuidado para não cair na tentação da cobiça dos olhos! Lembre-se: O malígno sabe como tentar você exatamente nas suas fraquezas.

 6. Não faça outro compromisso financeiro sem pagar os anteriores, para que suas dívidas não se tornem uma “bola de neve”. Aqui está a razão pela qual muitos não conseguem saldar suas dívidas, pois mal pagam uma dívida e já fazem outras.

 7. JAMAIS empreste cheque em branco e somente assinado para alguém, principalmente amigos e parentes. Todavia se o fizer, peça a tal pessoa para assinar um comprovante de empréstimo, contendo datas, valores, objeto a ser comprado, n° do CPF da pessoa e dos cheques, endereço, telefones, dia do vencimento de cada cheque e se possível for, tire uma cópia do(s) cheque(s) que foram emprestados e peça a pessoa para assinar. Isso tudo na frente de alguma testemunha confiável. A maioria de pessoas que leva “tombo” nessa área são de pessoas conhecidas e que você jamais pensaria que fossem capazes de trapacear ou enganar você. Seja bondoso(a), mas não tolo. A confiança não pode ser cega!

 8. NUNCA FAÇA ALGUMA NEGOCIAÇÂO FINANCEIRA OU ALGUM NEGÓCIO com alguém sem uma comprovação escrita ou testemunhal. Lembre-se: negócio é negócio, amizades à parte, porque para a justiça o que vale é o que está escrito. Seja prudente! O mundo está cheio de espertalhões, canalhas e picaretas, inclusive, usando o nome de Deus como escudo para suas trapaças. Muitos dizem até que são servos e servas de Deus, para facilitar a aplicação do golpe nos emocionalistas e ingênuos. Não seja tolo(a). Houve uma época em que os bandidos e picaretas eram reconhecidos até pela cara, mas agora eles mudaram a tática e estão se mascarando numa boa estética. Cuidado para não cair na tentação dos olhos! Lembre-se: “Quem vê cara, não vê coração”.

 

ATENÇÃO: Aproveito o ensejo e lhes deixar uma alerta: Recentemente recebi uma mensagem em meu celular dizendo: PROMOÇÃO CLARO. Você acabou de ganhar uma casa no valor de R$ 100.000,00. Ligue para o nº xxxxxxx e digite a senha (xxxx). E confirme seu premio! Daí, eu liguei foi para o atendimento eletrônico da Claro e perguntei-lhes sobre essa tal promoção e eles disseram que era falcatrua e crime eletrônico.

CUIDADO IRMÃOS, NÃO CAIAM NESSA ARMADILHA. NÃO DIGITEM O Nº OU SENHA QUE ELES PEDEM. ISSO É BANDIDAGEM! Fique esperto.

 9. Coloque sua vida com Deus em ordem, ou seja: FIDELIDADE ao Senhor nos dízimos e ofertas. Dar o dízimo não deve ser uma obrigação e sim um ato de amor, fé, gratidão, fidelidade e obediência a Deus. Não adianta está em dias com todo mundo e em dívidas com Deus. Você deve acreditar nas promessas contidas na Palavra de Deus para quem é fiel. A dúvida impede o milagre. A obediência e a fidelidade atraem a benção da prosperidade! Creia nisso. Confira:2ª Crônicas. 2:20. Mateus. 25:21. 2ª Cor. 9:6-8.

 10. Seja solidário com os necessitados, pois a Bíblia contém muitas promessas para aqueles que ajudam e socorrem os pobres. Confira:

 

Provérbios 28.27. O que dá ao pobre não terá falta; mas o que esconde os seus olhos terá muitas maldições.

Provérbios 21.13.  Quem tapa o seu ouvido ao clamor do pobre, também clamará e não será ouvido.

Provérbios 19.17. O que se compadece do pobre empresta ao Senhor, que lhe retribuirá o seu benefício.

Mateus 25.44.  Então também estes perguntarão: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou forasteiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?

 11. Faça economia na medida possível, ou seja, muitos objetos podem ser encontrados por preço mais em conta se você fizer uma “pechincha” ou pesquisa. Isso é fato!

 12. Seja transparente e comunicativo com seu cônjuge sobre sua vida financeira. Procure viver uma vida conjugal de acordo com os princípios bíblicos. É notório que todo casal que não vive bem no casamento, suas finanças são prejudicadas. Ou seja, o mau convívio conjugal reflete diretamente nos filhos e na vida financeira. Geralmente casais que não resolvem suas crises e levam a coisa na “barriga” não desfrutam do que ganham. Trabalham muito, mas o dinheiro não rende e suas finanças parecem um novelo de linhas: Vivem embaraçados e cheios de muitas dívidas. NOTE BEM ISSO! Alguém disse:

“Uma necessidade mal ou não suprida gera uma crise; uma crise não resolvida gera um conflito; Um conflito não dirimido gera um problema; um problema não solucionado leva a uma tragédia”.

 13. Guarde sempre um pouco de suas finanças, não estoure tudo, pois amanhã você poderá precisar. Já dizia o provérbio: “Quem guarda tem”.

 14. Cuidado com a falsa aparência. Ou seja: Não queira ostentar uma coisa que você não é; Só para impressionar ou chamar a atenção das pessoas. Isso é pecado. Até porque todo mundo sabe que as aparências enganam e que “quem vê cara, não vê coração”. Há pessoas que estão devendo “Para Deus e para o mundo”, mas por conta da aparência, querem mostrar para as pessoas que são os tais. Cuidado com isso, porque um dia a máscara pode cair. Seja humilde e viva conforme suas condições. É melhor comer arroz e feijão com ovo frito e com paz de espírito, do que comer churrasco angustiado e preocupado!

 15. Peça a Deus domínio próprio e sabedoria para saber administrar o que Ele concedeu a você. E se você tem sido infiel a Ele, peça-lhe perdão e passe a ser fiel e obediente a sua Palavra. Prov. 3:1-13.

  16. Você pode até não acreditar, mas quando sua vida financeira não está bem, até sua vida espiritual é atingida. São poucas as pessoas que conseguem administrar isso. Cuidado!

 17. Quando possível faça algum tipo de curso, participe de palestras na área financeira. Não há ninguém nesse mundo que não possa aprender algo a mais.

 18. Prepare-se para o dia de amanhã, invista em você mesmo(a): faça algum tipo de curso técnico-profissionalizante ou uma faculdade, porque no futuro você poderá precisar. Não se acomode! Prepare- Se para o futuro. Pv. 6:6-10.

 19. Não fale mal da vida alheia, não toque naqueles que são ungidos ou filhos de Deus, pois já vi muitas pessoas ficarem na miséria ou no leito de enfermidades, pelo fato de se levantarem contra os escolhidos do Senhor.  Isso é muito sério! Leia: 1° Cr. 16:22 e Tg. 3.

 20. Faça tudo que estiver ao seu alcance, para não depender de empréstimos, principalmente de BANCOS E AGIOTAS, pois muitas pessoas estão perdendo tudo que têm por esses meios, inclusive a fé, a paz de espírito e até sua família. Já conheci casos de pessoas que chegaram a perder a sua própria vida por se envolver com agiotas e depois não tiveram como pagar. Lembre-se: Os juros são altíssimos e nem sempre você terá condições de pagar. Cuidado! Isso é sério. Todavia se você realmente tiver que fazer algum tipo de empréstimo em algum banco, faça primeiramente uma pesquisa dos que lhe ofereçam maior “vantagem” e faça de acordo com suas condições de pagamento. Veja se as parcelas não vão comprometer seu bem-estar familiar. Cuidado com o emocionalismo e precipitação. Cuidado para não passar os “carros na frente dos bois”. Raciocine, converse com seu cônjuge antes, faças os cálculos e pense bem antes de entrar nisso, porque depois de feito, você terá que honrar e não tem como voltar atrás. SEJA PRUDENTE E RACIONAL!  A fé não é utópica.

 18. Não confunda FÈ com INCONSEQUÊNCIA. Faça as coisas conforme suas condições financeiras e à medida que Deus for abrindo as portas.  Com os olhos no céu, mas também com os pés na terra. Seja realista, sincero e honesto(a) consigo mesmo e com os outros. Cuidado com a falsa humildade!

 21. Não se envolva com negócios duvidosos, de origem obscura ou explicitamente criminosa. Por mais que se apresente vantajoso para você ou mesmo que facilite ganhos e vantagens, porque há um provérbio que diz: “O que entra fácil, sai fácil”.  E ainda “O crime não compensa”. É melhor o pouco com paz sob a benção de Deus do que o muito com dores de cabeça, insônias e a polícia em sua porta ou a sua procura.

 

20. Aprenda a administrar o sucesso (prosperidade) quando chegar. Há pessoas que souberam administrar os conflitos, mas quando veio o sucesso, envaideceram-se, ficaram soberbos e posteriormente foram destruídos. Acreditamos que pior do que passar lutas financeiras é ter conseguido o sucesso e ser derrotado por ele.

 21. Não caia na onda de vendedores, em se tratando de coisas que você nunca viu ou não conhece, principalmente se envolvem imóveis ou coisas semelhantes. Analise a proposta e por mais tentadora que seja, NUNCA, JAMAIS diga sim ou assine algum papel precipitadamente. Diga para o tal “vendedor’” que vai analisar a proposta, vai levar para uma pessoa que entenda do assunto e somente depois de tudo analisado criteriosamente é que você dará a resposta.  LEMBRE-SE: Está cheio de picaretas por aí vendendo “gato por lebre” e se aproveitando da ignorância ou ingenuidade de muitas pessoas.

 22. Não seja “AVARENTO e GANANCIOSO”, para isso não ser um laço destrutivo em sua vida, porque pessoas com esses sentimentos têm um “CHAMA” (tendência) para cair em tentações e armadilhas. Confira: 1° Tm. 6:10. Sabemos que não é pecado ser rico ou próspero, pois grandes homens de Deus o foram e souberam administrar suas posses e continuarem servindo a Deus com amor, fé, obediência e fidelidade. Ex: Abraão (Gn. 12); Daniel (Dn. 1:8; e cap. 6); José no Egito; Jó. 1:1-5, mas houve outros que deixaram a avareza falar mais alto do que o temor e a fidelidade a Deus, como foi o caso de Ananias e Safira. Confira: At. 5. Houve ainda o caso de muitos que perderam sua vida, no ímpeto de querer a qualquer custo enriquecer.

 22. Se você procura um sócio para montar uma empresa, saiba escolher a parceria ideal para seus negócios, a fim de evitar que você entre numa “gelada” por causa do descontrole ou má índole do seu sócio. Já conheci pessoas de uma visão de negócios e investimento tremenda, mas o sócio as levou a ruína.  Leia: Pv. 13:11-20.

 23. Invista prioritariamente em sua família. A família é um dos maiores projetos de Deus para seus filhos; porque, se a família vai bem, a sociedade e a igreja também iram bem. Há pessoas que investem nos de fora e se esquecem dos de dentro de sua própria casa. Se você quiser ver o retorno de seu trabalho, valorize o que Deus te deu. Valorize quem paga o preço por você e vive ao seu lado nos momentos bons e ruins. Já ouvimos muitos relatos de mulheres dizerem que seus cônjuges têm dinheiro para os amigos, bares, parentes, pescarias, farras, etc., menos para elas e seus filhos. Há maridos que querem que suas esposas andem sempre lindas e belas, mas nem o dinheiro para o perfume e salão de beleza eles lhes dão. Exigem o que não investem. Querem colher sem plantar. Ainda há homens machistas que acham que ser bom marido e colocar somente comida dentro de casa. Se essa visão não mudar a coisa vai pegar para o seu lado. Mas graças a Deus que essa história está mudando. As mulheres se despertaram para o mercado de trabalho e hoje há mulheres que são excelentes profissionais e consequentemente não precisam mais “mendigar o pão” de seus maridos murrinhas. Acho isso fenomenal!

Obs.: Vale ressaltar que há maridos que se deixaram ser tratados por Deus e hoje investem em suas esposas e filhos. Homens que aprenderam que a família não é gasto, mas sim: INVESTIMENTO! Um casamento assim é e sempre será à prova de “fogo”.

 24. Seja transparente com seu cônjuge sobre seus bens, seguros, etc. Lembre-se de que você não é imortal, ou seja, caso aconteça uma fatalidade com você, quem vai tomar de conta de seus bens?

 25. O mais certo é que o casal tenha uma conta bancária conjunta, a fim de se evitar problemas maiores no futuro.

 26. A má administração financeira pode causar:

a) contendas constantes;

b) agressões conjugais;

c) insônia;

d) difamação (má fama);

e) perda de bens adquiridos;

f) divórcio;

g) angústias e depressão;

h) mendicância;

i) e até suicídio.

 

27. INIMIGOS (empecilhos) DA PROSPERIDADE:

 a) devorador, que se manifesta pela infidelidade nos dízimos e ofertas. Ml. 3:11;

b) avareza;

c) imprudência;

d) descontrole emocional e financeiro (pródigo);

e) má administração financeira;

f) desobediência a Deus;

g) desonestidade;

h) envolvimento com a criminalidade. Ex: corrupção, receptação;

i) sonegação fiscal;

j) mau convívio conjugal;

k) murmuração. (palavras de maldição);

l) preguiça;

m) falta de visão (miopia) de crescimento e do futuro;

n) precipitação;

o) vida de farras e promiscuidade;

p) amizades erradas (inversão) de valores;

q) vícios em geral, como: Jogos, drogas, alcoolismo, prostituição.

 Obs.: Se você deve a alguém, procure honrar com seus compromissos, mas se você não tem com o que pagar, negocie com a pessoa e não fique fugindo ou dando uma de “JOÃO SEM BRAÇO”. Cuidado para você não ficar com a fama de mau pagador.

 

 

v A riqueza adquirida às pressas diminuirá; mas quem a ajunta pouco a pouco terá aumento.

v O que despreza a palavra traz sobre si a destruição; mas o que teme o mandamento será galardoado.

v O ensino do sábio é uma fonte devida para desviar dos laços da morte.

v O mensageiro perverso faz cair no mal; mas o embaixador fiel traz saúde.

v Pobreza e afronta virão ao que rejeita a correção; mas o que guarda a repreensão será honrado.

v Quem anda com os sábios será sábio; mas o companheiro dos tolos sofre aflição.

 

 

Por: Pr. Gilman T. Menezes

Orem por nosso ministério!

Contatos para treinamentos de líderes, pregações para igreja, seminários, congressos...

Entre em contato conosco! E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Joomla templates by a4joomla
Hospedagem e Webmaster: