1.jpg2.jpg3.jpg

APRENDA A DIRIGIR O CULTO II

Igreja de Jesus Cristo Vida Nova – Planaltina – DF/GO

Estudo Bíblico para formação líderes e obreiros

 

Tema: Direção do Culto

Texto: 1° Co.14:40; João. 4:23.

 

1. O QUE SIGNIFICA A PALAVRA CULTO?

 

Homenagens tributadas (prestadas) a Deus, adoração, liturgia, ofício divino, devoção.

 

2. PREPARAÇÃO PARA DIRIGIR O CULTO:

O correto é que o Pastor (a) ou Líder, responsável pela direção do culto, prepare-se ou prepare alguém com antecedência para melhor desempenho da direção. Bem como deve verificar todas as pessoas que terão participação no culto, como:

? Quem vai fazer a oração inicial e leitura bíblica devocional?

? Quem cantará os hinos ou corinhos de abertura?

? Quem terá as oportunidades no transcorrer do culto?

 

OBS. 1: Caso você seja uma pessoa que não tenha tanta habilidade ou segurança para dirigir o culto, recomenda-se usar uma folha ou caderno de anotações, contendo o cronograma do culto. Depois é só seguir as anotações que estarão ali a seu dispor.

 

3. COMO DEVE SER A PESSOA DO DIRIGENTE DO CULTO?

O dirigente deve ser alguém equilibrado espiritual e emocionalmente, trajar-se descentemente; deve ter postura e bom testemunho de vida cristã, previamente preparada para tal ritual. A fim de evitar exageros, comentários desagradáveis ou brincadeiras que venham constranger alguém.

 

4. QUAIS SÃO AS PARTES EM QUE ESTÁ DIVIDIDO O CULTO?

 

a) Abertura: Breve comentário, seguido de uma oração com toda a Igreja. Convide a igreja para se colocar em pé para orar pela abertura ou início do culto;

b) Louvor de hinos congregacionais ou corinhos. Conforme o costume da igreja;

c) Leitura bíblica devocional ou inicial: Deve ser preestabelecida;

d) Oração: Fazer, se o desejar, mas não é obrigatória.

e) Oportunidades: Breves saudações, testemunhos ou louvores avulsos (conjuntos, solo, duplas, coreografias), etc.

f) Momento da adoração: Passe para o ministério ou equipe de louvor.

g) Ofertório: Passe para alguém louvar enquanto se recolhem as ofertas.

h) Pregação da Palavra de Deus: Passe com ou sem prévia oração;

i) Apelo (convite) aos visitantes (não convertidos) a se entregarem a Cristo: Passar para o(a) pastor(a) da igreja ou auxiliar.

j) Avisos finais e agradecimentos.

k) Benção apostólica: Feita pelo pastor da igreja ou a quem ele delegou.

 

OBS. 2: Recomenda-se que o dirigente distribua as tarefas da direção do culto, a fim de que outros participem e não sobrecarregue a pessoa do dirigente.

 

5. MOMENTO DO OFERTÓRIO = Fale com amor, delicadeza e com nitidez. Lembre-se: Ninguém é obrigado a dar. Portanto seja objetivo, claro e delicado.

· Dê oportunidade para alguém louvar enquanto se recolhem as ofertas, se for o caso.

· Recomenda-se que o momento do ofertório seja feito próximo da hora da pregação, tendo em vista ser um horário em que todos já chegaram.

 

6. APRESENTAÇÃO DOS VISITANTES (muito importante). Responsabilidade do Pastor da Igreja ou na sua ausência um pastor auxiliar ou até mesmo o próprio dirigente.

 

7. MOMENTO DE ADORAÇÃO – Equipe ou ministério de Louvor.

 

OBS. 3: O âmago do culto é a adoração a Deus! Isso significa que o momento da adoração não pode ser sacrificado como muitos o fazem, em função das diversas oportunidades que são dadas durante o culto.  Uma igreja que tem essa maturidade em reconhecer a importância do louvor é uma igreja avivada e bem-quista.

 

8. MOMENTO DA PREGAÇÃO DA PALAVRA (IMPRESCINDÍVEL).

 

OBS. 4: É indispensável e de suma importância a pregação da Palavra de Deus no culto. Isso significa que JAMAIS o dirigente pode sacrificar a Mensagem da Palavra de Deus em função da má distribuição das oportunidades. Como tem acontecido em muitas igrejas que dão tantas oportunidades que não sobra tempo suficiente para a mensagem do Senhor. NOTE BEM ISSO.

 

9. APELO (convite) aos visitantes não conversos ou “desviados”, a vir receber a Cristo como seu Salvador. (Passar para o Pastor(a) ou auxiliares). Na ausência desses, o dirigente poderá fazer.

 

10. AVISOS E AGRADECIMENTOS.

 

OBS. 5: O dirigente não deve se esquecer do horário de início e término do culto, para tanto, é preciso está sempre de olho no relógio, pois o término do culto no horário preestabelecido dependerá de uma boa administração das oportunidades e direção. Às vezes, o término do culto passa do horário, por conta do excesso de oportunidades e na hora de o pregador ministrar o tempo já está esgotado e o povo saturado.

 

11. Encerramento – BENÇÃO APOSTÓLICA feita exclusivamente pelo Pastor presidente ou na sua ausência, seus pastores auxiliares AUTORIZADOS. O dirigente não pode se esquecer de passar para o pastor(a) da igreja dar a benção apostólica. Isso é muito importante e uma forma de honrar a quem de direito.

 

Por: Pr. Gilman Teles de Menezes.

 

 

 

 

RESUMO PARA IMPRIMIR E GUARDAR DENTRO DA SUA BÍBLIA - CLIQUE AQUI

 

 

Atualizado em 05/04/2012.

 

 
Joomla templates by a4joomla
Hospedagem e Webmaster: