1.jpg2.jpg3.jpg

Inconstância Espiritual: estudo impactante!

Nova pagina 1

IGREJA DE CRISTO VIDA NOVA – PLANALTINA-DF.

MENSAGEM PASTORAL:

 TEMA: FALTA DE FIRMEZA ESPIRITUAL OU INCONSTÂNCIA NA FÉ.

TEXTO: 1º Co. 15:58.

 Introdução:

A palavra de Deus trata a cerca de um dos temas menos pregado nas igrejas da atualidade: A inconstância espiritual. O Apóstolo Paulo já nos advertia a cerca disso dizendo: SEDE FIRMES E CONSTANTES... Já podemos discernir que essa é uma das sutis estratégias que o maligno está usando para tirar muitos crentes da presença do Senhor e conseqüentemente roubar-lhes a salvação. Mas neste rol, também está incluído muitos obreiros e líderes que tem um grande ministério, porém, são inconstantes e vulneráveis. E por causa disso, estão por aí de um lado para o outro vagando como folha seca a mercê dos ventos de doutrinas das seitas hereges. São os nômades da fé, pulando de igreja para igreja até chegarem ao extremo de caírem no pecado e apostatarem do Caminho da verdade (do Senhor). Confira: 2º Pedro. 2:20-22. 1º Timóteo. 4:1-3.

 

Efésios. 4:14 para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro.

 

1.    Chegamos a pensar que esse problema atingia somente alguns irmãos ou novos convertidos, mas também muitos crentes antigos e até obreiros e líderes da seara do nosso Senhor.

2.    Há muitas pessoas que começam bem, mas de repente começam a falhar e esfriar. E conseqüentemente, desaparecem da igreja ou se desviam.

 

Efésios 6.11. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo;

Efésios 6.13. 14. Portanto tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça,

 

3.    O que será que está acontecendo para que esse mal atinja tantas pessoas amáveis e queridas? Vejamos alguns fatores que contribuem para isso:

 

A.   O excesso de Trabalho. O trabalho é benção de Deus para nosso sustento e em Provérbios cap. 6. 6-11.  Deus nos manda a aprender com as formigas. Deus abomina o preguiçoso e sanguessuga! Porque há muita gente acomodada e “folgada” usando o nome de Deus para viver a custa dos outros. O Apóstolo Paulo chegou a escrever dizendo que aquele que não quer trabalhar também não coma (2ª Tss. 3:10). Porém, há pessoas que valoriza mais o trabalho que a Deus, que sua família e sua própria vida. Já não tem tempo mais para passear com sua família, ler a bíblia, participar dos cultos e cuidar de sua própria saúde. Dessa forma, não há casamento que suporte e esse, é um dos principais fatores que tem contribuído para o adultério (traição), ou divórcio. Você deve entender que você deve trabalhar para sobreviver e não para morrer! Leia. (2ª Tm. 3:1-14). CUIDADO COM A INVERSÃO DE VALORES.

 

B.   Motivações erradas. Por exemplo: Achar que fazendo parte de uma igreja evangélica você vai enriquecer ou nunca mais terá problemas. Outrora, quando alguém vinha para a igreja era porque queria mudar de vida e arrependidas da vida pecaminosa que vivia, queriam ter um verdadeiro encontro com Cristo e o perdão para seus pecados. Agora, a maioria está em busca de melhora de vida material e não espiritual.

 

C.    Desequilíbrio emocional ou emocionalismo inconsistente. Há pessoas que só tem fogo de palha e quando a palha queima o fogo se apaga. São os vacilantes da fé. Folha secas caídas no chão a mercê dos ventos. Ou seja, sem estabilidade.

 

D.   Frustrações amorosas. Há pessoas que vivem sofrendo frustrações nessa área da vida. Mas muitas vezes, tais frustrações se dão por conta da falta de oração, vigilância e sabedoria. Porque ainda há muitos que não buscam a vontade de Deus para saber sua direção antes de se envolverem com alguém. Pelo contrário, se entregam e se precipitam numa relação de forma carnal; Daí, quando quebram a cara é que vão chorando buscar a Deus. Outros ficam “emburrados” com Deus, como se Ele tivesse culpa dos seus pecados. Já outros ficam tão envergonhados que até saem da igreja ou se desviam. Conheço muitos casos de pessoas que parece que têm consigo uma espécie de maldição ou um “chama” para coisas erradas nessa área, pois quando saem da “fornalha caem na fogueira” Ou seja: Só se envolvem com coisas ou pessoas erradas. Mateus. 10:37; 15: 8; 22:29,37; João. 4:22-23.

 

E.   Frustrações eclesiásticas. Esperar mais da igreja, dos irmãos ou do pastor do que em Deus. Há pessoas que “idolatram” uma igreja ou religião ou até mesmo um líder espiritual, como se ele fosse imortal e inerrante. Daí, quando acontece algum problema moral envolvendo tais ídolos, a pessoa cai na fé e querem se desviar. SOMENTE DEUS DEVE SER ADORADO! Apoc. 19:10; 22:9.

 

F.    Problemas de fórum íntimo (traumas, decepções, mágoas não curadas, ciúmes possessivos...). Há pessoas que são muito problemáticas e não tem a humildade para reconhecer isso e buscar a cura. Agora, cuidado para não confundir as expressões: Ter problemas e ser Problemático. Porque problemas todo mundo têm. Porém, ser problemática é outra coisa: Essas são aquelas pessoas “cri-cri”, irredutivas, desconfiadas, maledicentes, que não se deixam ser tratadas. Essas estão sempre atribuindo a culpa de seus problemas a Deus e a todos em sua volta, menos a elas mesmas.

 

G.   Hiper sensibilidade emocional. São também chamadas de melindrosos ou “casca-de-ovo”. É o tipo de pessoa que por qualquer motivo (picuinha) se magoa ou se ofende e ao invés de procurar a pessoa que lhe ofendeu para se reconciliarem, e liberar perdão, ficam envolvendo várias outras pessoas com fofocas e causando dissensão na igreja. Conformam-se com a derrota e sentem prazer em serem tratadas como tal. E em alguns casos extremos, se sentem as coitadinhas da igreja. Cuidado, tais pessoas mudam de humor com muita facilidade. Ou seja, de cordeiros mansos, podem se transformar em um leão agressivo e faminto. Há muitos que sofrem de auto-comiseração e portanto, precisam de acompanhamento e tratamento para não contaminarem e prejudicarem a outros. Veja o que a Bíblia diz: Hb. 12:14-14.

 

H.   Migrações demasiadas de igreja para igreja. São os “famosos” Nômades (andarilhos), da fé. Não páram e nem se firmam em igreja alguma. Acreditamos que isso além de ser um problema espiritual, que abordaremos logo abaixo, é também um problema de fórum íntimo (psicológico).

 

I.      Falta de uma genuína conversão. Há muitos que se entregaram a Cristo somente artificialmente, mas seu coração está longe de Deus. Mt. 15:8. Esses querem agradar a Deus, mas também ao diabo; Através das práticas mundanas pecaminosas, carnais e abomináveis ao Senhor.  Dizem que são “crentes”, mas nunca abandonaram o mundo e seus prazeres pecaminosos. Exemplos: “Crentes” viciados em cigarros, drogas, bebidas alcoólicas, festas mundanas, mentiras, piadas indecentes, ciúmes possessivos e fofocas. Muitos que ainda são invejosos, agressivos, contenciosos e ainda, há aqueles que são viciados em revistas e filmes pornôs. Porquanto, vivem caindo em prostituição e saindo da presença de Deus. Confira. 1º João. 2:15-16. Tiago. 3:16; 4:4.

 

J.    Opressão e tentação maligna. Há muitas pessoas que são terrivelmente perseguidas pelo malígno através de obras de feitiçarias, vícios, prostituições ou devido ao lugar de onde vieram antes de se converterem. É o caso d’aqueles que tiveram íntimo envolvimento com centros de espiritismos e coisas do gênero. Portanto, o maligno faz de tudo para que essas pessoas não se firmem em alguma igreja. PRESTE BEM ATENÇÃO NISSO!

 

K.   Falta de uma experiência profunda com Deus. (1ª Co. 13:7). Se você observar ao ler a Bíblia, grandes personagens destacaram-se na história do povo de Deus, através de uma real e profunda experiência com o Senhor. Homens e mulheres que tiveram suas vidas “radicalmente” transformadas por causa de uma experiência. Confira alguns exemplos: Abrão, Gênesis. 12:1-3 ;  17:1. Jacó. Gênesis. 3:22-30. Moisés. Êxodo. 3:1-22. Veja também o caso de Saulo de Tarso. Atos. 9:1-22.

Por isso, afirmamos sem medo de errar que, quem realmente teve ou tem uma experiência genuína com Deus, jamais o deixa ou sai de sua presença! Pode até acontecer da pessoa enfraquecer ou passar por momentos turbulentos na vida e na fé, o que é natural, mas como diz um provérbio popular, é como o BAMBÚ que “balança, balança, mas não cai”.

 

L.    Crises existenciais. Há muitos que só procuram a Deus quando estão em meio a crises ou quando estão no fundo do poço; Daí, quando as lutas passam e Deus lhes dá a vitória, desaparecem da igreja. E ficam nesse vai e vem sem solidez espiritual.

 

M.   Falta de conhecimento e alicerce na Palavra de Deus. Confira: Mt. 22:29. Jesus, porém, lhes respondeu: Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus; Hoje em dia, as igrejas cristãs estão passando por um momento de “CRISE”, pois são poucos os que realmente se interessam pelo conhecimento de Deus. Já outros freqüentam as igrejas, mas não dão ouvidos a voz de Deus, pelo fato de que não põem em prática. Veja o que  o apóstolo Tiago nos diz sobre isso: Tg. 2:19-25.

Há pessoas que sabem muito das coisas do mundo, da internet, de filmes, de atores e atrizes, de piadas, de fofocas e até de novelas, mas de Deus e de sua Palavra, não sabem NADA. A exemplo disso são as escolas dominicais, os estudos bíblicos, as células e cursos promovidos pelas igrejas, onde o número dos que freqüentam é baixíssimo, comparado ao número dos que freqüentam as igrejas nos dias dos cultos de campanhas. Por causa disso, Deus chega a afirmar que a falta de conhecimento tem causado a destruição de seu povo (Oséias 4:6). E que o conhecimento da Verdade é que liberta uma pessoa da escravidão do pecado e do domínio do diabo. Confira: João. 8:32. “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. Isso é tão importante que nosso Senhor Jesus chegou a orar pelos seus discípulos dizendo: Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade”. João. 17:17 . Isso é muito sério, porque o malígno tem aproveitado da ignorância das pessoas para escravisá-las e destruí-las. É o caso também dos governantes, que não investem na educação, pois quanto mais ignorante for o povo, melhor será para enganá-los e dominá-los. Esta foi uma das maiores estratégias do diabo através dos séculos, porque ele sempre foi UM OPORTUNISTA!

“O que desvia seus ouvidos de ouvir a lei até a sua oração será abominável” Pv. 28:9.

N.   Falta de compromisso com Deus. Há muitos, que só querem “comer” ou serem servidos. Mas não querem um compromisso sério com o Senhor. Semelhantemente há alguns homens que só querem “FICAR” com uma e outra mulher sem assumir um sério compromisso. Isso tem muito haver com o caráter da pessoa.

 

O.   Vida de conformidade com os pecados do “velho homem ou velha natureza”. Há muitos que ainda não abandonaram seus hábitos e práticas pecaminosas do passado. Pessoas que ainda não tiveram um verdadeiro encontro com Cristo e por isso, não se arrependeram das abominações pecaminosas do mundo. Há uma gama de crentes “LIGHT” que nem parecem que são crentes. Esses não aceitam pregações que os confrontam com o pecado e nem correção e disciplina. Vivem uma vida cristã divorciada da santidade de Deus e cheios de ídolos do mundo artístico. Tudo eles acham cafona e dizem que não tem nada haver. Fazem tudo o que seus corações desejam e andam de forma desordenada. Querem agradar a Deus e ao diabo ao mesmo tempo. Só pregam ou lêem textos da Bíblia que lhes convém. Mas se esquecem de outros textos da Bíblia como: Mt. 6:24; 7:13-14. 1º Cor. 6:9,18-19.  Gl. 5:13. Apoc. 21:8. 22:15.

 

P.   Ausência de fidelidade e obediência a Deus. Infelizmente, ainda há muitas pessoas que pensam que é possível servir a Deus sem esses dois principais requisitos. Há muitos com a síndrome do Rei Saul, que foi rebelde e desobediente a Deus e por isso terminou mal. Outros que pensam que podem enganar ou fugir da presença de Deus como foi o caso do profeta Jonas, que por causa de sua desobediência quase morreu e ainda levou a outros a sofrerem com seu pecado. Deus procura Crentes verdadeiramente obedientes e fieis!  Mt. 25:21. Ap. 2:10.

 

Q.   Influência de algum rebelde que já saiu da igreja com problemas de CARÁTER e INSUBORDINAÇÃO. Tais rebeldes quando se encontram com algum irmão que está passando por momentos de fraqueza emocional ou espiritual ou até mesmo descontentamento com sua igreja ou pastor, joga seu veneno da discórdia, dúvida e disse-me-disse. No intuito de arrebanhá-lo para seu covil de revoltados e carnais. Veja o que a Palavra de Deus diz: Tiago. 1:8 homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos.

4.     Há pessoas que acham que servir a Deus é apenas freqüentar uma igreja nos cultos de campanhas de oração ou prosperidade. E isso, só acontece por conta de muitas igrejas que estão na mídia pregando um Jesus MATERIALISTA/BANCÁRIO. Ou Falsos mestres que pregam heresias e deturpam a verdade, fazendo com que os fracos fiquem cheios de dúvidas e confusos, a ponto de achar que o certo é errado e o errado é o certo. O problema é que são muitos os que seguem esses falsos profetas. Há ainda, aqueles adeptos da Teologia da confissão positiva, que pregam um Evangelho sem espinhos, sem lutas, sem renúncia, sem sacrifício, sem obediência e sem fidelidade. Pregam que o crente não fica enfermo, não comete pecado etc. Esquecendo-se do nosso Senhor Jesus nos alertou: Mateus. 7:15-16; 26:41. Jo.16:33; 2º Cor. 11: 22-28. 2ª Timóteo 4:1-5. 1º Pe. 5:8.

 

5.    Há pessoas que ao invés de seguir a Cristo e correr atrás de conhecê-lo melhor, estão correndo atrás de homens mágicos (os videntes da fé) e por isso se frustram. São os crentes que vieram do mundo do espiritismo e ainda não se libertarão desse mau hábito de correr atrás de quem lhes revele o futuro, esquecendo-se que o futuro só Deus o sabe! Há muitos ainda que são viciados em profecias e revelações. O problema, é que a maioria desses tipos de crentes não tem estrutura na palavra de Deus para julgar a profecia ou não tem discernimento de espírito para saberem a diferença entre o que é, e o que não vem de Deus. Na verdade, são presas fáceis dos falsos profetas. Há muitos por aí dizendo que é Deus que está falando ou mandando dizer, enquanto que na verdade é da carne ou do diabo. Há muitas pessoas usando o Nome de Deus em vão. Cuidado com isso! Peça a Deus discernimento de espírito para você não ser enganado. Leia. Mateus. 7: 21-23;  Cap.24:24.

 

6.    Há também, o caso de muitos que foram vítimas dos oportunistas, malandros ou picaretas da “fé”; Pessoas usadas pelo diabo para se aproveitarem da boa fé de muitos que querem encontrar a solução para seus problemas. CUIDADO! Já dizia o provérbio: “Nem tudo que reluz é ouro”. Antigamente, bandido e malandro tinham a cara de bandido. Mas hoje o diabo esta se mascarando atrás de belas palavras e bonitas roupas.  Veja esse pensamento: “Não te confies tanto em cabelos brancos, porque os canalhas também envelhecem”

 

Veja o que a Palavra de Deus nos diz sobre isso:

2ª Coríntios 11.14 E não é de admirar, porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz.

 

7.    Ainda há aqueles que só sabem vê defeitos e fazer deboches ou críticas. Ao invés de entrar na benção e na unção. Esses acham melhor q os outros ou sofrem de complexo de inferioridade; Daí projetam nas pessoas o que elas mesmas são, ou que são frustradas por não conseguirem ser. Isso é falta de uma verdadeira conversão e libertação.

 

8.    Poucas pessoas são informadas e ensinadas a cerca de nosso dever de frequentar à igreja para ADORAR a Deus e não somente para pedir. Portanto, há muitos que acham que servir a Deus é apenas participar dos cultos de campanha de vitória. Muitos vêem as igrejas como se elas fossem restaurantes SELF SERVICE, ou seja, só as procuram para comerem o que querem e quando querem. Poucas são aquelas pessoas que vem para a igreja em busca realmente de Jesus, em busca do perdão de seus pecados por estarem arrependidos e, por conseguinte, em busca da salvação de sua alma e não apenas bens materiais ou alívio momentâneo de suas culpas e angustias.

Vejamos como a igreja primitiva da era apostólica se comportava. At. 2:41-47.

 

9.    PROBLEMAS CAUSADOS PELA INCONSTÂNCIA ESPIRITUAL:

1.    Prejuízo a fé e a comunhão com Deus.

2.    Falta de identidade cristã.

3.    Falta de credibilidade moral e espiritual

4.    Falta de credibilidade ministerial para os que são chamados (pastores, líderes, obreiros...)

5.    Risco de cair nas garras de algum lobo (falsos profetas).Mt. 7:15.

6.    Risco de ficar sem proteção ou cobertura espiritual. Mt. 9:36.

7.    Decepções, quedas e frustrações constantes.

8.    Imaturidade cristã, como: Meninices, ôba, ôba, confiança mais no homem que em Deus, hiper-sensibilidade emocional.

9.    Insubmissão as autoridades espirituais.

10.  Fazer coisas sem a direção de Deus e por isso, “quebrar sempre a cara”

11. Ficam expostos a ataques, tentações e laços do diabo. Mt. 26:41. Ef. 6:10. 1º Pe. 5:8.

12.  Esvaziamento espiritual e opressão malígna. Mt. 12:43-45.

 

 

CONCLUSÃO:

 

Podemos afirmar sem medo de errar, que muitos males tem acontecido na vida de muitos crentes por falta de firmeza espiritual e o malígno é quem está se agradando e se fortalecendo com isso. Há muitas pessoas que estão vivendo uma vida cristã vazia, sem novidade de vida e até mesmo com suas vidas amarradas. Pessoas que não conseguem romper, prosperar e conhecer a verdadeira felicidade. Por falta de constância espiritual. Deus não está em busca de meros freqüentadores de igrejas ou “turistas” circunstanciais. Que só vão a igreja em meio as crises existenciais. Mas de “VERDADEIROS ADORADORES...” (João. 4:22-23).

Nosso Senhor Jesus nos diz em Mt. 7.24:Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática, será comparado a um homem prudente, que edificou a casa sobre a rocha.

25 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa; contudo não caiu, porque estava fundada sobre a rocha.

26 Mas todo aquele que ouve estas minhas palavras, e não as põe em prática, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia.

27 E desceu a chuva, correram as torrentes, sopraram os ventos, e bateram com ímpeto contra aquela casa, e ela caiu; e grande foi a sua queda.

28 Ao concluir Jesus este discurso, as multidões se maravilhavam da sua doutrina;

29 porque as ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas.

 

 

 Pobreza e afronta virão ao que rejeita a correção; mas o que guarda a repreensão será honrado. Prov. 13:18.

“O que desvia seus ouvidos de ouvir a lei até a sua oração será abominável” Pv. 28:9.

 

 

 “Aquele que não vive para servir, não serve para viver”

Amamos você!

 

Por: Pr. Gilman T. Menezes

Joomla templates by a4joomla
Hospedagem e Webmaster: